Casa do Apostador Carregando...
Tudo sobre a Libertadores 2021
ter 28 set/21

Tudo sobre a Libertadores 2021


A Copa Libertadores da América, realizada anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), chegou em 2021 a sua 62° edição. A Libertadores é considerada a principal competição de clubes do continente sul-americano e envolve clubes de todas as dez associações sul-americanas de futebol. O destaque desta edição fica mais uma vez por conta da final única, a ser disputada nesta temporada no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai.

Libertadores 2021

Equipes classificadas para a Copa Libertadores 2021

Campeão da edição 2020 do torneio, o Palmeiras garantiu vaga automaticamente na edição de 2021, assim como o Defensa y Justicia, que foi o campeão da Copa Sul-Americana de 2020. Os demais clubes obtiveram a vaga por suas campanhas em torneios nacionais.

Vagas diretas

  • Campeão da Libertadores 2020: Palmeiras (Brasil)
  • Campeão da Copa Sul-Americana 2020: Defensa y Justicia (Argentina)
  • Argentina: Boca Juniors (campeão nacional), River Plate (2º colocado), Racing (3º colocado), Argentinos Juniors (4º colocado) e Vélez Sarsfield (5º colocado)
  • Bolívia:  Always Ready (campeão nacional), The Strongest (2º colocado)
  • Brasil:  Flamengo (1º colocado), Internacional (2º colocado), Atlético-MG (3º colocado), São Paulo (4º colocado) e Fluminense (5º colocado)
  • Chile: Universidad Católica (campeão) e Unión La Calera (2º colocado)
  • Colômbia: América de Cali (campeão nacional) e Independiente Santa Fe (2º colocado)
  • Equador: Barcelona-EQU (campeão nacional), LDU (2º colocado)
  • Paraguai: Cerro Porteño (campeão do Apertura) e Olimpia (campeão do Clausura)
  • Peru: Sporting Cristal (campeão nacional) e Universitário (2º colocado)
  • Uruguai: Nacional e Rentistas (finalistas)
  • Venezuela: Deportivo La Guaira (campeão nacional) e Deportivo Táchira (2º colocado)

Vagas na Pré-Libertadores

  • Argentina: San Lorenzo (6º colocado)
  • Bolívia: Bolívar (3º colocado) e Royal Pari (4º colocado)
  • Brasil: Santos (8º colocado) e Grêmio (6º colocado)
  • Chile: Unión Española (4º colocado) e Universidad de Chile (3º colocado)
  • Colômbia: Junior Barranquilla (3º colocado) e Atlético Nacional (4º colocado)
  • Equador: Independiente del Valle (3º colocado) e Universidad Católica-EQU (4º colocado)
  • Paraguai: Libertad (3º colocado) e Guaraní (4º colocado)
  • Peru: Ayacucho (3º colocado) e Cesar Vallejo (4º colocado)
  • Uruguai: Montevideo Wanderers (3º colocado) e Liverpool Montevideo (4º colocado)
  • Venezuela: Deportivo Lara (3º colocado) e Caracas (4º colocado)

Favoritos para a Libertadores 2021

Com muito investimento, Flamengo e Atlético-MG largaram na frente em relação ao favoritismo na edição 2021 da Copa Libertadores. Atual campeão, o Palmeiras também entrou na Copa Libertadores 2021 como um dos favoritos, principalmente por ser um time que vem disputando sempre a competição e chegando nas fases decisivas. O mesmo serve para o River Plate, que já foi considerado o principal clube da América do Sul, mas vem de algumas temporadas de declínio técnico. Contudo, os argentinos também entraram na 62° edição da Libertadores como um time a ser batido e candidato ao título.

Regras do Campeonato

Além da estrutura de fases que constroem o campeonato, a principal regra que a Copa Libertadores de 2021 tem, ainda, é o critério do gol qualificado (gol fora de casa). Segundo a Conmebol, a edição de número 62° será a última com esse critério. A intenção é acabar com essa regra para os próximos torneios.

Em relação à estrutura, a Copa Libertadores de 2021 foi dividida em cinco blocos, sendo eles: 1° fase, 2° fase, 3 fase, fase de grupos e mata-mata. A Libertadores de 2021 teve início no dia 23 de fevereiro.

Confira um balanço do que aconteceu na competição sul-americana:

Primeira fase

 

Confrontos:

Chave E1: Liverpool x Universidad Católica-EQU (agregado: 3 x 3)

Chave E2: Cesar Vallejo x Caracas (agregado: 0 x 2)

Chave E3: Royal Pari x Guaraní-PAR (agregado: 2 x 5)

A primeira fase da Libertadores definiu três classificados. O Liverpool Montevideo, do Uruguai, abriu vantagem contra a Universidad Católica no jogo de ida, mas o time equatoriano conseguiu reverter a situação no jogo de volta e se classificou. O Caracas da Venezuela bateu sem dificuldades a equipe do Cesar Vallejo, do Peru, e também avançou na competição. O último dos três classificados da primeira fase foi o Guaraní, do Paraguai, que não tomou conhecimento do Royal Pari, da Bolívia.

Segunda fase

 

Confrontos:

Chave C1: Universidad Católica-EQU x Libertad (agregado: 2 x 3)

Chave C2: Grêmio x Ayacucho (agregado: 8 x 2)

Chave C3: Montevideo Wanderers x Bolívar (agregado: 1 x 5)

Chave C4: Universidad de Chile x San Lorenzo (agregado 1 x 3)

Chave C5: Santos x Deportivo Lara (agregado: 3 x 2)

Chave C6: Caracas x Junior Barranquilla (agregado 2 x 5)

Chave C7: Unión Española x Independiente del Valle (agregado: 3 x 6)

Chave C8: Guaraní x Atlético Nacional (agregado 0 x 5)

A segunda fase da Libertadores foi disputada por 16 equipes. Três que vieram da primeira fase e outras 13 que se classificaram via competições nacionais. Desses confrontos, tivemos Libertad, Grêmio, Bolívar, San Lorenzo, Santos, Junior Barranquilla, Independiente del Valle e Atlético Nacional se classificando para a terceira e última fase da competição antes do chaveamento de grupos. Nesta fase, inclusive, tivemos a estreia das equipes brasileiras na edição 2021 da Libertadores, com Santos e Grêmio, que avançaram para a última fase preliminar. O Grêmio passou pelo Ayacucho, do Peru, e o Santos despachou o Deportivo Lara, da Venezuela.

 

Terceira Fase

Confrontos:

Chave G1: Libertad x Atlético Nacional (agregado: 2 x 4)

Chave G2: Grêmio x Independiente del Valle (agregado: 2 x 4)

Chave G3: Bolívar x Junior Barranquilla (agregado: 2 x 4)

Chave G4: San Lorenzo x Santos (agregado: 3 x 5)

A terceira fase, última antes dos grupos, foi realizada com a presença de 8 equipes, todas vindas de classificação na segunda fase. O Atlético Nacional, da Colômbia,  eliminou o Libertad, do Paraguai. O Junior Barranquilla, também da Colômbia, despachou o Bolívar, da Bolívia. Em relação aos brasileiros nesta fase, o Santos superou o San Lorenzo, da Argentina, e garantiu uma vaga na fase de grupos. Já o Grêmio foi eliminado nos duelos contra o Independiente Del Valle, do Equador. Todos os eliminados nesta fase foram automaticamente transferidos para a disputa da Copa Sul-Americana.

 

Fase de Grupos

A fase de grupos da Libertadores foi composta por 32 equipes, divididas em 8 grupos com 4 equipes cada. Todos os times de cada grupo jogaram entre si no sistema de ida e volta. O 1° e o 2° colocado de cada grupo avançou até as oitavas de final.

Todos os grupos:

GRUPO A

Palmeiras – 15 pts

Defensa y Justicia-ARG – 9 pts

Independiente del Valle-EQU – 5 pts

Universitário-PER – 4 pts

 

Com facilidade, o Palmeiras se classificou em primeiro do Grupo A. A disputa pela segunda vaga na classificação, no entanto, foi acirrada entre Defensa y Justicia, da Argentina, e Independiente del Valle, do Equador, mas os argentinos levaram a melhor. Os peruanos do Universitário não conseguiram ameaçar as outras equipes do grupo e amargaram a lanterna.

 

GRUPO B

Internacional – 10 pts

Olímpia-PAR – 9 pts

Deportivo Táchira-VEN – 9 pts

Always Ready-BOL – 7 pts

 

Diferente do Grupo A, no Grupo B houve muita disputa pelas vagas. Os classificados só foram conhecidos na última rodada. O Inter somou 10 pontos e ficou com a primeira colocação. O Olímpia, do Paraguai, levou a melhor no duelo contra o Deportivo Táchira, da Venezuela, e também avançou. O Always Ready, da Bolívia, também deu trabalho no grupo e flertou com a classificação, mas acabou ficando em último.

 

GRUPO C

Barcelona-EQU – 13 pts

Boca Juniors-ARG – 10 pts

Santos – 6 pts

The Strongest-BOL – 6 pts

 

No Grupo C, a decepção ficou por conta do Santos, que não conseguiu se classificar, terminando a primeira fase em 3° do grupo, somente a frente do The Strongest, da Bolívia. Os classificados neste grupo foram o Barcelona, do Equador, e o tradicional Boca Juniors, da Argentina.

 

GRUPO D

Fluminense – 11 pts

River Plate-ARG – 9 pts

Junior Barranquilla-COL – 7 pts

Independiente Santa Fé-COL – 3 pts

 

Já no Grupo D, o desacreditado Fluminense surpreendeu e não apenas se classificou como liderou a chave que tinha um dos favoritos ao título, o River Plate, da Argentina, que também avançou até as oitavas. O Junior Barranquilla, da Colômbia, flertou com a vaga, mas ficou na primeira fase, assim como o Independiente Santa Fé, também da Colômbia, clube que decepcionou.

 

GRUPO E

Racing-ARG – 14 pts

São Paulo – 11 pts

Sporting Cristal-PER – 4 pts

Rentistas-URU – 3 pts

A história do Grupo E foi previsível. Os favoritos São Paulo e Racing, da Argentina, avançaram sem dificuldades. O Sporting Cristal, do Peru, e o Rentistas, do Uruguai, não conseguiram fazer frente aos times mais tradicionais do grupo, que basicamente passaram a primeira fase da competição disputando entre si quem seria o primeiro e o segundo da chave. O time argentino, nesse sentido, levou a melhor.

 

GRUPO F

Argentinos Jr-ARG – 12 pts

Universidad Católica-CHI – 9 pts

Nacional-URU – 8 pts

Atlético Nacional-COL – 5 pts

 

No Grupo F, destaque para a boa campanha do Argentinos Jr, da Argentina, que liderou a chave e se classificou como primeiro colocado. Em segundo, avançou a Universidad Católica, do Chile, que venceu a disputa contra o Nacional, do Uruguai, e o Atlético Nacional, da Colômbia. Esse grupo foi considerado muito equilibrado, por isso a classificação de certa forma tranquila do time argentino foi considerada uma surpresa.

 

GRUPO G

Flamengo – 12 pts

Vélez Sarsfield-ARG – 10 pts

LDU-EQU – 8 pts

Unión La Calera-CHI – 2 pts

 

No Grupo G, que tinha o Flamengo como cabeça de chave, o time carioca avançou em primeiro e confirmou o favoritismo. Em segundo, avançou o Vélez Sarsfield, da Argentina, que venceu o duelo direto contra a LDU, do Equador, talvez o time que tenha mais decepcionado neste grupo. O destaque negativo em relação ao baixo nível técnico apresentado fica para o Unión La Calera, do Chile, que amargou a lanterna da chave com apenas 2 pontos.

 

GRUPO H

Atlético-MG – 16 pts

Cerro Porteño-PAR – 10 pts

América de Cali-COL – 4 pts

La Guaira-VEN – 3 pts

 

A história no Grupo H foi muito favorável ao Atlético-MG, que sobrou na chave e se classificou em primeiro com muita, mas muita facilidade. O time brasileiro passeou na fase de grupos e garantiu a melhor campanha de toda a competição. O Cerro Porteño, do Paraguai, ficou com a segunda vaga nas oitavas, após levar a melhor na disputa contra o América de Cali, da Colômbia, e o La Guaira, da Venezuela.

 

Oitavas

O mata-mata da Libertadores começou nas oitavas de final, fase que foi disputada por 16 equipes. Por meio de sorteio, os primeiros e o segundos colocados da fase de grupos se enfrentaram nas oitavas, dando início assim a fase de afunilamento da competição sul-americana.

 

Confrontos:

Defensa y Justicia-ARG x Flamengo (agregado: 1 x 5)

Boca Juniors-ARG x Atlético-MG (agregado após pênaltis: 1 x 3)

Universidad Católica-CHI x Palmeiras (agregado 0 x 2)

Cerro Porteño-PAR x Fluminense (agregado: 0 x 3)

Vélez Sarsfield-ARG x Barcelona-EQU (agregado: 2 x 3)

São Paulo x Racing-ARG (agregado: 4 x 2)

River Plate-ARG x Argentinos Juniors-ARG (agregado: 3 x 1)

Olimpia-PAR x Internacional: (agregado após pênaltis: 5 x 4)

Oitavas de Finais Copa Libertadores 2021

Nos confrontos das oitavas, a grande decepção ficou por conta do Internacional, que caiu diante do Olimpia, do Paraguai, seu rival também na fase de grupos da competição. Após vencer um dos jogos da fase de grupos por 5 a 0, o Inter não conseguiu superar o rival paraguaio no mata-mata e caiu nos pênaltis por (5) a (4). Destaco também a passagem do São Paulo pelo Racing. Na fase de grupos, os argentinos ficaram na frente do Tricolor, mas os brasileiros deixaram o leve favoritismo do adversário para trás e venceram o confronto por 4 a 2 no agregado.

Nos demais confrontos das oitavas de final, deu a lógica. Os favoritos Flamengo, Atlético-MG, Palmeiras, Fluminense, River Plate e Barcelona avançaram e decretaram assim a eliminação de Defensa y Justicia, Boca Juniors, Argentinos Jr, Universidad Católica e Vélez Sarsfield. Nesta fase, outro destaque positivo ficou para o Flamengo, que enfiou 5 a 1 no agregado para cima do Defensa y Justicia, da Argentina, campeão da Copa Sul-Americana 2020.

 

Quartas

O afunilamento da Copa Libertadores 2021 seguiu acontecendo na fase de quartas de final. Disputada por 8 equipes, as quartas colocaram frente a frente os classificados das oitavas. Essa fase mais aguda da competição sul-americana promoveu encontros pesados do futebol sul-americano, com maior destaque para os embates de Palmeiras vs São Paulo e Atlético-MG vs River Plate.

Confrontos:

São Paulo x Palmeiras (agregado: 1 x 4)

Olimpia x Flamengo (agregado: 9 x 2)

River Plate x Atlético-MG (agregado: 4 x 0)

Fluminense x Barcelona (agregado: 3 x 3)

 

Os confrontos das quartas de final foram bem interessantes. No clássico paulista, cheio de expectativas para ambas as torcidas, o atual campeão da Libertadores, Palmeiras, não tomou conhecimento do São Paulo e, com direito a uma goleada por 3 a 0 no jogo de volta, garantiu vaga nas semifinais. O Flamengo, por sua vez, destroçou o Olímpia, do Paraguai, com duas goleadas e um placar agregado de 9 a 2.

A surpresa das quartas pode ser a facilidade com que o Atlético-MG superou o River Plate, tido como um dos favoritos ao título, assim como o Galo. O placar agregado de 4 a 0, construído com facilidade e duas vitórias foi, de certa forma, surpreendente. Por fim, tivemos a classificação do Barcelona, do Equador, diante do Fluminense. O grande ponto para destacar é que essa classificação veio no critério de gol qualificado, visto que no placar agregado o confronto terminou empatado em 3 a 3.

Trajetória dos semifinalistas

Palmeiras: líder do Grupo A na fase de grupos com 15 pontos. Um dos times com melhor campanha de toda a primeira fase. Venceu a Universidad Católica, do Chile, por 2 a 0 no placar agregado nas oitavas de final e superou o rival São Paulo nas quartas, com placar agregado de 4 a 1.

Flamengo: líder do Grupo G na fase de grupos com 12 pontos. Foi o time que mais sobrou nas fases de mata-mata da Libertadores com placares elásticos nas oitavas contra o Defensa y Justicia, da Argentina (5 a 1 no agregado), e também um excepcional 9 a 2 no agregado diante do Olímpia, do Paraguai, nas quartas.

Atlético Mineiro: líder do Grupo H na fase de grupos com 16 pontos. O Galo passeou em sua chave e fez a melhor campanha entre todos os times que disputaram a competição sul-americana. No mata-mata, despachou dois tradicionais clubes argentinos, campeões da Libertadores. O Boca Juniors foi a vítima nas oitavas (3 a 1 após pênaltis) e o River Plate (4 a 0 no agregado), nas quartas.

Barcelona de Guayaquil: líder do Grupo C na fase de grupos com 12 pontos. O Barcelona foi uma grande surpresa nessa Libertadores. Apesar de ser uma equipe tradicional e com experiência na competição internacional, poucos acreditavam no potencial do elenco deste ano. A campanha no mata-mata não foi tão simples, mas o time equatoriano eliminou o Vélez Sarfield (3 a 2 no agregado) nas oitavas e também o Fluminense (3 a 3, classificado por gol qualificado) nas quartas.

Onde acompanhar os jogos

Todos os jogos da Copa Libertadores da América 2021 estão sendo transmitidos pela Conmebol TV, pacote de canais pay-per-view, comercializado principalmente por empresas de canais a cabo. No entanto, alguns jogos da competição também são transmitidos no Brasil pelo canal de esportes Fox Sports e também pelo canal de televisão SBT, dono dos direitos de transmissão da Copa Libertadores na TV aberta.

Deixe seu comentário

231 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!