Casa do Apostador Carregando...
Destrinchando os Mapas – Train
ter 23 jun/20

Destrinchando os Mapas – Train


Nessa série de 7 artigos que serão postados semanalmente, destrincharemos os 7 mapas do competitivo do Counter Strike. E nada melhor que começar pela Train, um mapa clássico que acompanha os jogadores de CS há décadas.

 

DESTRINCHANDO OS MAPAS – TRAIN

As posições mais famosas da Train

Gaulês: Localizada na parte de cima do Bombsite B, o local é chamado assim devido ao ex-jogador e atual streamer Alexandre “gAuLeS” Borba. O brasileiro ficou famoso por dominar a posição ainda no Counter Strike 1.6, carregando pra si a honra de nomear uma posição em um dos mapas mais jogados da história.

Pava/Pavinha: Também nomeado em homenagem a um brasileiro, a posição fica na parte do B baixo.

Forest: Localizado no fim do Bomb A, a posição é em homenagem ao sueco Patrik “f0rest” Lindberg. O jogador fez história jogando ali, enquanto cobria a entrada dos Terroristas.

Olof: Outra posição no Bomb A que também é em homenagem a um lendário jogador sueco. A posição leva o nickname de Olof Kajbjer Gustafsson, o “Olofmeister”. Ela se localiza em um canto logo à frente da ligação terrorista.

O mapa

A Train se caracteriza por ser um mapa de extrema vantagem para os Contra Terroristas. Isso se deve à grande facilidade de um CT se deslocar entre os Bombsites. É possível que um CT cubra a entrada da B baixo e a ligação TR de forma efetiva, já que a rotação entre as posições é muito rápida.

Além disso, os pontos de estrangulamento são muito apertados, o que proporciona um melhor controle dos CTs, já que apenas uma granada pode cobrir esse chokepoint, deixando seu trabalho mais fácil.

Além disso, é possível que apenas um jogador cubra o bombsite B, jogando de maneira cautelosa e esperando o reforço dos companheiros em caso de invasão terrorista. Por ser um Bombsite sem muita possibilidade de encontrar cobertura, o Bombsite B é facilmente retomado.

 

Paraíso das AWPS

Devido à longa distância entre os jogadores adversários, as AWPs conseguem ser muito efetivas no lado Contra Terrorista do mapa. Desse modo, eles conseguem matar os adversários sem possibilidade de “troca”, deixando seu time sempre em vantagem. É muito comum que os times utilizem duas Awps de CT na Train.

Paraíso das AWPS

Paraíso dos Brasileiros

 Paraíso dos Brasileiros

Além de nomear duas posições famosas no mapa, o time mais conhecido pela dominância na Train é a atual MIBR. Em sua época mais vitoriosa, como SK/LG, o time brasileiro era o mais dominante no mapa. Por isso, não à toa, o capitão, Fallen, é conhecido popularmente como “rei da Train”. 

Jogando de TR na Train

[ads option=1]
DESTRINCHANDO OS MAPAS – TRAIN

Por fim, no mapa acima são mostradas as smokes mais usadas para fazer as execuções nos bombsites da Train. Independente do lado, o ponto de mais importante domínio é o meio/ligação TR. Se os Terroristas estabelecem controle dessa posição, as investidas ao bombsite A se tornam muito mais fáceis, já que eles se aproximam muito dos Contra Terroristas, podendo executar uma jogada de forma mais tranquila sem se preocupar em ser morto pelo AWP inimigo. É a região de maior contestação no inicio do round, onde acontecem a maior parte de granadas por parte da equipe CT.

Inscreva-se na minha lista VIP para receber conteúdos de apostas profissionais exclusivos. 

Deixe seu comentário

113 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!