Casa do Apostador Carregando...
NBA Trade Deadline: Quais foram as principais trocas que ocorreram no último dia de negociações
qua 23 fev/22

NBA Trade Deadline: Quais foram as principais trocas que ocorreram no último dia de negociações


NBA Trade Deadline: Quais foram as principais trocas que ocorreram no último dia de negociações e quem se saiu bem ou mal para o resto da temporada?

No dia 10/02/2022 ocorreu a NBA Trade Deadline, que é o último dia da temporada em que as equipes estão liberadas para realizar trocas entre elas e reforçarem ou mudarem seus elencos. Muitas trocas ocorrem nesse curto período de tempo e sempre existem franquias que se aprimoram ou diminuem a qualidade dos seus elencos. Nesse artigo você verá quais foram as principais trocas da Deadline e a minha opinião sobre quem saiu vencendo em cada negociação. 

James Harden no Philadelphia 76ers, Simmons no Nets.

Essa foi, sem dúvida, a troca que mais fez barulho em todo o período da deadline. O Brooklyn Nets vinha sofrendo com problemas de vestiário e muitas polêmicas circundavam a franquia. As principais reportagens diziam que James Harden estava desmotivado e já não queria mais jogar pelos Nets, e muito disso passa pela postura de Kyrie Irving, que não está atuando nas partidas em casa por não ser vacinado contra a Covid-19. Harden desaprovava fortemente a postura de Irving, que é um dos grandes responsáveis pela campanha ruim dos Nets. A solução, então, foi negociar o craque.

A troca que foi anunciada pelas franquias é a seguinte: 

Brooklyn Nets recebe: Ben Simmons, Seth Curry, Andre Drummond e duas escolhas de primeira rodada de Draft.

Philadelphia 76ers recebe: James Harden e Paul Millsap.  

Mas quem levou vantagem nessa troca, em minha visão, foram os Nets.  As duas equipes tinham atletas que claramente já não queriam mais atuar pela franquia, principalmente Ben Simmons, que não joga um jogo de basquete desde os Playoffs da temporada 2020/21. A solução dos GM’s foi boa nesse sentido, pois trocaram dois jogadores de posições similares e que não queriam mais atuar pelas franquias, então nesse quesito os dois saem vencendo. Mas o que faz com que eu veja uma vantagem para os Nets nessa troca é o que acompanha no pacote. Seth Curry é um dos melhores arremessadores dessa temporada da NBA, além de também receber um bom defensor em Andre Drummond, sem falar das escolhas de primeira rodada no Draft. Enquanto isso, os 76ers receberam apenas Millsap, que não vinha atuando nos Nets. 

Com a troca, os Nets voltam a ter um time completo e não apenas 3 estrelas no elenco. Podemos imaginar um Brooklyn Nets titular, em condições normais e com Irving da seguinte maneira: Kyrie Irving, Ben Simmons, Seth Curry (Joe Harris), Kevin Durant e Claxton (Drummond). Esse 5 inicial parece resolver problemas pontuais dos Nets e torna a equipe bastante competitiva para o resto da temporada. 

Do lado do Philadelphia, fica implícito que a franquia vai brigar pelo título e está montando um time para isso, o que justifica a vinda de James Harden, que está buscando ser campeão da NBA, algo que nunca conseguiu em toda sua carreira. 

Montrezl Harrell nos Raptors

Os Hornets, que vem sendo uma grata surpresa nessa temporada da NBA, se reforçaram com o bom Ala-Pivô Montrezl Harrell. A troca com os Washington Wizards foi a seguinte: 

Hornets recebem: Montrezl Harrell.

Wizards recebem: Ish Smith, Vernon Carey e uma escolha de segunda rodada de Draft. 

Essa troca foi importante para os Hornets, pois reforça uma posição que a equipe realmente carecia de melhores jogadores se quiser brigar por uma vaga nos Playoffs. Os Wizards estavam com o elenco rachado e precisavam trazer novos jogadores para a equipe, então a troca faz bastante sentido para as duas equipes. 

Derrick White nos Celtics

Os Celtas melhoraram muito após a virada do ano, e vivem uma boa reação, conseguindo emplacar várias vitórias consecutivas. A troca reforça ainda mais um time que vivia bom momento, e foi a seguinte:

Celtics recebem: Derrick White

Spurs recebem: Josh Richardson, Romeo Langford e uma escolha de primeira rodada de draft. 

Derrick White chega para somar ao elenco e promete melhorar a capacidade defensiva da equipe. Os Spurs seguem em rebuild e a troca ocorreu mais escolha de draft do que pelos jogadores em si. Ambas as equipes se beneficiaram nessa troca. 

Porzingis em Washington 

O grandioso Pivô Letão infelizmente não conseguiu protagonizar a tão falada dupla europeia com Luka Doncic da maneira que os torcedores imaginavam. Porzingis tinha um salário bastante alto e estava sempre com problemas físicos. A troca ocorreu muito mais pela liberação de teto salarial por parte dos Mavericks e foi realizada da seguinte forma: 

Mavericks Recebem: Spencer Dinwiddie e Davis Bertans.

Wizards recebem: Kristaps Porzingis. 

Essa troca não muda tanto a qualidade das equipes para o resto da temporada, e foi executada pensando muito mais na liberação de teto salarial por parte dos Mavericks. 

Essas foram as principais trocas que ocorreram na Deadline, mas também temos algumas grandes trocas que aconteceram alguns dias antes, então vamos passar por elas também. 

Sabonis na Califórnia

Essa foi uma daquelas trocas que pegou todo mundo de surpresa e muitos não conseguiam acreditar que ela realmente aconteceu. A troca foi a seguinte:

Sacramento Kings recebe: Domantas Sabonis, Justin Holiday, Jeremy Lamb e uma escolha de segunda rodada do draft de 2023. 

Indiana Pacers recebe: Tyrese Haliburton, Buddy Hield e Tristan Thompson. 

Essa troca tem um vencedor muito evidente em minha visão, e o vencedor é o Indiana Pacers. Os Pacers já anunciaram um Rebuild há algum tempo, e esse rebuild começou de maneira excelente. Haliburton é um dos grandes prospectos da NBA, e tem muito espaço para crescer e se tornar um excelente jogador na liga. Buddy Hield é um excelente arremessador do perímetro e também tem total capacidade de somar muito em Indiana. Os Kings melhoraram sim seu elenco, mas não é uma mudança que vá fazer com que a equipe brigue por título ou sequer garantir uma qualificação para os Playoffs. A impressão que me dá é que os Kings são um time praticamente do mesmo nível, mas tiveram que abrir mão do seu principal prospecto para isso. Pacers se deram bem aqui. 

O Fim de uma era em Portland

Outra troca que pegou muitos de surpresa foi a saída de Cj McCollum dos Blazers, rumando o New Orleans Pelicans. McCollum foi por muito tempo o grande companheiro de Damian Lillard nos Blazers e os dois protagonizaram muitas partidas interessantes e séries de Playoffs históricas. A troca foi a seguinte:

Portland Trail Blazers recebem: Nickeil Alexander-Walker, Josh Hart, Tomas Satoransky, Didi Louzada, uma escolha de primeira rodada do Draft de 2022 (protegida) e duas escolhas de segunda rodada. 

New Orleans Pelicans recebem: Cj McCollum, Tony Snell e Larry Nance Jr.

Os Blazers estão planejando um rebuild em volta de Damian Lillard, e para isso, estão buscando picks de draft e a possibilidade de realizar trocas por jogadores com salários mais altos futuramente. Gosto dessa troca para os dois lados, mas acredito que os Blazers se saíram um pouco melhor aqui. 

Caris LeVert em Cleveland

O Cleveland faz um trabalho sensacional nessa temporada, e conseguiu vencer times de primeiríssimo nível. Os Cavaliers ocupam simplesmente a terceira posição da conferência Leste, acima de franquias como Milwaukee Bucks, Brooklyn Nets e Philadelphia 76ers. Para aumentar a qualidade da equipe na disputa dos Playoffs, a seguinte troca foi executada: 

Cleveland Cavaliers recebem: Caris LeVert e uma escolha de segunda rodada de Draft.

Indiana Pacers recebem: Ricky Rubio, duas escolhas de segunda rodada de draft e uma escolha de primeira rodada. 

Essa é uma troca bem comum de ocorrer durante a deadline. Uma equipe que vai disputar os playoffs recebe um jogador de bom nível enquanto uma equipe em Rebuild recebe escolhas de draft. Troca boa para os dois lados. 

Conclusão

Essas foram as principais trocas que ocorreram durante o período de trocas da NBA, e como sempre tivemos alguns vencedores e perdedores como citado no artigo. Um perdedor, por exemplo, é o elenco de LeBron James, os Los Angeles Lakers, que não realizaram nenhuma movimentação no período e terá de terminar a temporada com o mesmo time que vem jogando muito mal. Os Lakers, segundo reportagens, tentaram trocar Russell Westbrook, mas nenhuma negociação avançou. 

Algumas equipes que precisavam se reforçar se reforçaram, outras que vem para o rebuild conseguiram picks de Draft necessárias para se reconstruir. Acredito que a maioria das trocas da janela foram justas, com exceção de uma ou outra. Os GM’s trabalharam bem e devemos ter uma excelente disputa de Playoffs. 

 

APRENDA MAIS SOBRE APOSTAS ESPORTIVAS GRATUITAMENTE

Inscreva-se agora mesmo na minha lista VIP para receber conteúdos totalmente gratuitos de apostas profissionais exclusivos. Tenho certeza que o conteúdo vai ajudar muito a sua carreira de apostador.

 

Escrito por Miguel Tureck

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!