Casa do Apostador Carregando...
Over e Under da semana
seg 20 set/21

Over e Under da semana


Como venho escrevendo durante estas últimas semanas. O mercado de Over, tem sido um nicho que tenho me debruçado dia e noite para desbravar. Pois é um mercado que tenho notado, muito pouco explorado pelos tipsters do mundo todo Nem mesmo atletas do UFC se arriscam em opinar. Não querem sair de sua zona de conforto, obviamente.

No decorrer dos meses, desenvolvi uma fairline voltada tão somente para este mercado. Sendo assim, hoje, possuo duas. Uma para o mercado de moneyline e outra para o de over e under.

  • Fairline Over e Under

Esta fairline, evidentemente, é diferente da outra, por uma razão simples, nela os cálculos são mais importantes que o “shape” (rendimento) dos atletas em cima das lutas. Claro que o shape é essencial, mas quis testar a fairline, e para a luta entre Jack Shore x Liudvik Sholinian, me atentei tão somente ao cruzamento dos números de seus enfrentamentos e informações básicas sobre o background de cada um deles, tai como formação, modalidade de luta, o básico. Para esta luta, acredite, nem o rosto direito dos atletas eu sabia.

  • Jack Shore x Liudvik Sholinian

Para o enfrentamento de ontem, Jack Shore era franco favorito, estava diante de um atleta que não lutava há 2 anos e, até aquela noite, só tinha chegado a uma decisão por pontos apenas em 2 oportunidades, eram 4 nocautes e 8 finalizações. Pois bem, fui de over 2.5.

O método que venho desenvolvendo consiste no confronto de números de vitória e derrota entre os atletas, assim como altura, envergadura e categoria. Em cima disso, consigo verificar  nível de resistência de cada atleta de acordo com o seu adversário.

  • Desce a “capivara”

Tem muitos atletas, como já escrevi aqui, se são “finalizadores”, mas você pega a “capivara” do sujeito e verifica que todas as finalizações vieram sobre atletas com cartel negativo de finalizações, ou seja, não pegaram ninguém. E, em contrapartida, atletas que já foram finalizados, mas para atletas mais pesados, ranqueados ou mesmo fora do UFC, que tempos depois figuram no próprio evento e se transformam num prospecto de sucesso. Essa fairline me traz tudo isso e foi desta forma que resolvi fazer esta pick, objetiva, enxuta, que repasso para vocês agora:

  • Pick

Evento: UFC:  Derek Brunson x Darren Till

Card Principal: Jack Shore x Liudvik Sholinian

Data/Hora: 4/9 ás 16h

Aposta: over 3.5

Odds: @1.925

Bookie: Pinnacle

Odds mínimas: @1.95

Unidade: 1

Categoria: Peso-galo

Favoritismo: 57% (1.75)

Quarta luta do card preliminar. Essa luta tem tudo para ser decidida nas papeletas dos juizes. Shore, o franco favorito, tem como sua maior arma o jiu jitsu. Porém, o ukraniano Liudvik Sholinian tem como principal modalidade, e isso foi dito em sua entrevista para o UFC o wrestling. Foi da seleção ukraniana de luta livre e campeão nacional. Então, muito provavelmente, além de defender as quedas, irá busca-las. Jack Shore tem um bom nível de jiu jitsu, Sholian também. Não vejo em nenhum dos dois atletas, fora algo extraordinário, mão para nocautear. Muito provavelmente esta luta será um duelo entre bons grapplers e será decidida nos pontos.

  • De olhos fechados

E não foi desse jeito? Shore era claramente o favorito da casa de apostas, mas a grande questão ai seria o caminho que a luta se desenvolveria. Mesmo sem ver nenhuma luta dos dois atletas, tão somente pelos números e cruzamentos de informações, consegui fazer o desenho perfeito da luta.

O primeiro round foi um sufoco? Quase teve finalização? Claro! Mas, como disse na pick, ambos tinham bom nível de jiu jitsu, e, depois daquele sufoco ou ímpeto inicial de Shore, a luta desenrolou praticamente toda em pé e na grade, uma vez que o nível de wrestling dos dois era bastante alta.

  • Liudvik Sholinian

O atleta ukraniano, notadamente, estava fora de ritmo e não tinha uma trocação minimamente razoável, mas tinha queixo, recebia os golpes retos e continuava a andar para frente, em nenhum momento mostrou ter sentido qualquer iniciativa desferida por ser adversário. Liudvik buscou fazer aquilo que sabia, aproximar e buscar as quedas ou colocar um “pombo” de sorte. Isso foi mais que suficiente para levar o resultado da luta para a mão dos juízes.

Green.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!