Casa do Apostador Carregando...
A importância do Mindset nas apostas esportivas
ter 26 out/21

A importância do Mindset nas apostas esportivas


 

Fala, meus amigos. Como vocês estão? Era para estar muito chateado hoje, mas não estou. Cada semana em alta performance é um aprendizado. Aqui, no grupo do Danilão, gosto de passar para vocês tudo que passa na minha cabeça, todas as experiências que tenho: análises pré e pós luta, os greens, os reds, meu contato com treinadores, com a luta, com os estudos, tudo. Hoje, passarei a vocês algo que é obvio, que todo mundo passa, principalmente tipsters e apostadores: o mindset e a importância de buscar o estado de Flow (equilíbrio entre trabalho duro e prazer = alta performance). Isso aqui, não é brincadeira.

Mindset

Profissionais, em qualquer área da vida que buscam performance, a alta performance, no esporte, seja em qualquer atividade laboral, são atletas e tem de ter vida de atleta:

  1. horas de sono bem dormidas
  2. atividade física regular e equilíbrio mental — neste caso, ter uma vida equilibrada, regrada e fazer boas atividades, ter um hobby saudável, cultivar bons relacionamentos, alimentar-se bem, são os ingredientes para ter resultados sólidos em qualquer área da sua vida.

Conservadorismo nas apostas

Nas apostas sou conservador. E, por evento, costumo fazer entre 3 a 5 picks de over & under e moneyline. Para o evento de ontem, achei valor em 11. Tinha as 11 picks prontas, mas decidi jogar apenas 8. Dessas 8, fiz 3 avaliações equivocadas: over & under de Ike Vilanuela x Nicolae Negumereanu (1.5) e money line: Martinez x Zviad Lazishvili e Miojo x Molina. No mais, entre 3 greens e 2 reds, os resultados foram circunstancias da luta. Vamos bater nestes erros, para depois falar das 3 picks vencedoras que deixei de jogar, falar um pouco sobre o meu mindset e a conclusão, aprendizado, que adquiri nesta semana. Vamos a elas:

Nicolae Negumereanu x Ike Villanueva

 

Sabia que esta era uma luta de risco, mas apostei no queixo de Ike versus o tático de Nicolae. Ike é um boxer pesadão, Nicolae Negumereanu é um atleta que joga mais fluido, combina muito bem o boxe com o kick, costuma buscar a grade e as quedas, mesmo em vantagem sobre seus adversários, ele esteve perto de nocautear Alexa Camur, mas preferiu levar a luta para os pontos, por isso oscilou entre trocação, tentativas de queda e grade nos três rounds.

Diferença técnica

De certa forma, isso aconteceu nesta luta. Porém, apesar de Ike ter queixo duro, existe um abismo técnico entre ele e Camur abissal, visto que Camur lateraliza sua movimentação, sabe bater andando para atrás, é infinitamente mais técnico e tático que Ike, que é um lutador unidimensional, que joga plantado, pesado. Por isso, foi um alvo fixo, extremamente fácil para Nicolae capitalizar a luta logo no 1R.

Este erro grosseiro não vai mais se repetir.

Miojo x Molina

Outro erro de avaliação, que bate com o próximo. Por isso, não aposto em outras ligas. Quando não se tem informações completas, vídeos inteiros de 3 rounds, dados estatísticos, não se aposta. Deve ser uma regra.

Claro que tudo é oportunidade. Conhecendo bem o atleta, havendo informações suficientes, é claro que posso rever esse posicionamento (de analisar outras ligas). Mas, é fato, que o UFC tem muito mais substrato que outros eventos.

Contender Series

Entretanto, o Contender Series é uma competição que poderá ser colocada em pauta para próximos estudos, uma vez que a cobertura dos atletas é bastante sólida em todos os aspectos. Irei estudar a possibilidade (não é uma certeza), de colocar esta competição no game ainda esta semana.

Voltando…

Molina

Molina é um atleta perigoso, que conheço bem, já fiz pick sobre ele. Daniel Miojo, não. Sabia do perigo de Molina e que era um atleta consistente. Bastante técnico em pé, bate andando para atrás de contra golpe, tem um grappling sólido e bastante gás para lutar 3 rounds.

Miojo

Trata-se de um talento. Bate forte, é extremamente técnico, vistoso de ver lutar, seja em pé, seja no grappling, fundamentalmente no jiu-jitsu. Porém, a única dúvida que tinha em seu jogo, e foi ai o erro de avaliação, não tinha certeza de seu gás. Pois, além de não ter feito lutas de 3 rounds, a completa em que nocauteou no 2R, não consegui achar. Confiei na intuição. Não pode ser assim.

1R promissor x inexperiência

O primeiro round, Miojo deu show, muito plástico em pé, bastante volume de chutes, fundamentalmente os frontais, que frustaram bastante os avanços de Molina e, quando grudou na grade, escalou para buscar a finalização num mata leão, muito bem defendido pelo norte americano. Essa pressão exercida por Miojo em tentar a finalização a todo custo, mais toda ansiedade da estréia, tiraram todo o seu gás para o 2R, dando uma vitória fácil para Molina por TKO.

Martinez x Zviad Lazishvili

Essa foi ma análise onde houve excesso de expectativa. Zviad é um bom wrestler, porém, dois erros determinaram este red: velocidade e técnica de entradas de queda. Digamos que, Zviad tem algo em comum a Islam Makhachev, ambos tem entradas de quedas um tanto lentas, posto que para derrubar precisam achar a distância e colar na grade ou achar a queda num contra golpe.

Jonatham Martinez

É um atleta longo e mais rápido. Embora tenha dito na pick, que Martinez chutava muito (como chutou) e que este era um buraco que Zviad lazishvili iria aproveitar, como acabou não acontecendo, Martinez acabou por utilizar a tática perfeita para frustar os ataques de Zviad: os jabs. Isso fez com que Martinez conseguisse achar primeiro a distancia e frustrasse as entradas do atleta da Georgia.

Ponto 2

Super estimei muito a qualidade das entradas de queda e a performance atlética de Zviad, que passou a cair a partir da segunda metade do 2 round.

  1. 3 picks que definiram a minha noite

 

Por conta da pressão de ter jogado muitas picks (todas com + EV) e dos red’s que se sucederam, para não acumular um prejuízo maior, deixei de jogar Alex Caceres x Seung Woo Choi , Grant Dawson x Ricky Glenn (empate majoritário o dinheiro é devolvido) e um over 3.5 em Marvin Vettori x Paulo Borrachinha.

Sabia da superioridade de Cáceres, que estava pagando 3.250 se vencesse, da mesma forma que, tinha ciência que a luta de Glenn x Dawson seria uma luta muito dura (3.800 na vitória de Glenn), com leve favoritismo para Glenn, assim como a luta entre Vettori x Borrachinha tinha tudo para terminar na mão dos juízes (odd 2.25), não só pela resistência de ambos pra receber pancada, como também numa luta de 5 rounds, ainda mais nas circunstãncias que foram (Borrachinha bem mais pesado e Vettori sem saber como seu corpo reagiria a um ganho de peso fora de sua categoria), que ambos iriam dosar as forças (o seu limite) pelo menos nos 2 primeiros rounds.

Lição

Qual é a lição que tirei disso? Temos de aproveitar todas as oportunidades. Pouco importa que numa semana existam 1, 2 ou mais de dez picks com +EV, se existir valor, base concreta para jogar a pick, que se faça!

O medo de perder, muitas das vezes tira a vontade de vencer.

DICAS DE APOSTAS ESPORTIVAS

 

Faça como os 3% dos apostadores lucrativos e comece a se especializar agora mesmo. Por isso, faça parte do meu grupo exclusivo para receber conteúdos de apostas esportivas profissionais.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!