Casa do Apostador Carregando...
Volta do Spider nas lutas
ter 22 jun/21

Volta do Spider nas lutas


Não dá para deixar passar ao léu a atuação histórica de um lutador de MMA, aposentado e de 46 anos, no boxe. Por isso, não venha me dizer que você ou qualquer pessoa no mundo imaginaria uma atuação digna de um atleta de MMA na nobre arte. Não o protagonista, Anderson Silva, o Spider.  

Primeiro, não venham tentar diminuir no futuro e dizer que Anderson enfrentou um qualquer. Pode não ter sigo um super nome, mas Chaves Junior, era um campeão mundial com 35 nocautes e 35 anos, onze anos a menos que o lutador de MMA.  

Mal comparando, seria o total do avesso Logan Paul vs Maywather, ali sim, um You Tuber 20 anos mais novo, 20 kilos mais pesado e um astro de boxe de 44 anos. Ali, por maior que fosse o personagem, por conta da vantagem física, existia (como se comprovou) a chance de Logan não passar vergonha, a despeito de toda a falta de técnica, surpreendeu o mundo ao ter sobrevivido. 

Nobre Arte 

Anderson foi diferente, mostrou boxe. Mostrou técnica, mais até na curta distancia que na longa. Os uppers, combinados com ganchos na linha de cintura e cruzados, pêndulos, foi um show. O momento em que o Anderson chama Chaves para as cordas, foi absolutamente incrível. Lembrou muito bem quando Anderson sobe para os meio pesados para enfrentar Stepan Bonnar, um gorila de 93kg, wrestler de formação e que tinha mãos pesadas. Anderson o chama para bate-lo na grade, como fez com Chaves Junior ao convida-lo a uma “dança”, saudosa dança, nas cordas. Foi magnífico, foi Anderson Silva.  

Os primeiros rounds foram para sentir a luta, de parte a parte: movimentação, peso das mãos, velocidade, cansaço muscular. Anderson, como no MMA, nos melhores tempos, ia subindo de produção round a round.  

A medida que os rounds iam passando, Anderson ia gostando da luta e se soltando. Chaves, branco, ia mostrando no rosto o tom avermelhado dos golpes que avançavam e atravessavam sua guarda.  Era nítido o domínio de um atleta de MMA aposentado sobre um boxeador, ex campeão, de 35 anos. 

Anderson dos velhos tempos 

O Spider voltou, para a alegria dos fãs. No meu modo de ver o MMA não teve gênio que literalmente se divertia no cage como ele, não era um trabalho, sempre foi diversão.  

Ontem, o mundo teve o privilégio de assistir o maior gênio de MMA, de toda história, se divertir lutando boxe e superando a experiência e carreira de um ex campeão 11 anos mais novo.  

Foi incrível! 

 MMA (breves comentários)  

Como teve luta doida ontem, rapaz… 

Lara Procópio perdeu para a cólica. 

Truman estava dominando, colocando William no chão como se nada fosse e na ânsia de finalizar foi raspado e nocauteado como um faixa branca para um atleta suspenso por doping e que não lutava há dois anos. 

Grant, dominou Vera com sobras no 1R (havia vencido a primeira luta há 4 anos atrás), mas for perdendo força, fôlego e levou um passeio no 3R, perdendo a luta.  

 Kanaka, campeã mundial Junior de wrestling, literalmente amarelou, não entrou no cage, contra a Virna. O que se passa na cabeça de uma atleta ou equipe de uma modalidade e não as aplica? Que branco foi aquele!?  

Coisas do MMA. 

Conteúdo gratuito para aprender sobre apostas esportivas

Faça como os 3% dos apostadores lucrativos e comece a se especializar agora mesmo. Por isso, faça parte do meu grupo exclusivo para receber conteúdos de apostas esportivas profissionais.

 

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!