Casa do Apostador Carregando...
Governo destaca apoio das loterias aos esportistas brasileiros
seg 02 ago/21

Governo destaca apoio das loterias aos esportistas brasileiros


O Governo Federal do Brasil, por meio do seu site oficial, destacou nesta semana o apoio que as loterias têm dado aos esportistas brasileiros. Estimulado pelo sucesso dos atletas nacionais nas Olimpíadas de Tóquio, no Japão, o Governo Federal explicou como as leis das Loterias e do Incentivo ao Esporte – além de programas como o Bolsa Atleta – tem ajudado no patrocínio dos atletas brasileiros.

A Lei das Loterias garante parte da arrecadação da Caixa Econômica Federal com jogos lotéricos sendo repassados ao Governo Federal para investimento em áreas como saúde, educação, segurança, esportes, entre outros. Segundo dados da Caixa, apenas no ano passado a Lei das Loterias destinou R$ 1,244 bilhão aos esportes. Desse total, R$ 292,5 milhões foram repassados ao Comitê Olímpico do Brasil (COB), que é responsável por compartilhar esse investimento com outras confederações filiadas como o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que recebeu R$ 163,1 milhões.

Aplicação do investimento

Segundo as leis, os recursos obtidos com as loterias devem ser exclusivamente e integralmente aplicados em programas e projetos de fomento, desenvolvimento e manutenção do desporto. Além disso, esses recursos também são para formação, preparação técnica, manutenção e locomoção de atletas, assim como para cobrir gastos com participação em eventos desportivos.

Ao repassar recursos de forma sistemática e ordinária, as diversas entidades esportivas podem planejar suas ações de forma satisfatória e organizada no sentido de caminharmos para o que determina a Constituição Federal, ou seja, o fomento pelo Estado de esportes a cada cidadão brasileiro, seja com práticas formais ou não formais”, disse o chefe de gabinete da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Diego Tonietti. 

Lei de Incentivo ao Esporte e Bolsa Atleta

O Governo Federal também destacou em seu site os valores que são repassados aos atletas por meio da Lei de Incentivo ao Esporte e do Bolsa Atleta. A Lei de Incentivo ao Esporte, por exemplo, foi sancionada em 2006 e permite que recursos provenientes de renúncia fiscal sejam aplicados em projetos desportivos e paradesportivos. Apenas neste ciclo olímpico, que termina com as Olimpíadas de Tóquio, o valor captado foi superior a R$ 640 milhões.

Outra grande fonte de repasses federais ao esporte é o programa Bolsa Atleta. Com apoio direto aos atletas, o programa de patrocínio é considerado um dos maiores do mundo e conta, somente neste ano, com orçamento de R$ 143,4 milhões. Esse orçamento permitiu um número recorde de atletas beneficiados: 7.197 no total. Segundo o Governo Federal, além desse valor, outros R$ 36,72 milhões foram destinados a 274 atletas apoiados pelo último edital do Bolsa Pódio, categoria mais alta da Bolsa Atleta, destinada aos esportistas mais bem posicionados no ranking mundial e com mais chances de medalhas olímpicas.

Apoio é fundamental

 É realmente importante destacar esse apoio das loterias e também das leis e programas do Estado aos atletas brasileiros. Contudo, mesmo com todos esses esforços, o esporte brasileiro segue sendo carente de muitas coisas. Os valores divulgados pelo Governo Federal saltam os olhos e parecem mais do que suficiente para ajudar os atletas, mas a realidade não é tão bonita assim.

O que vemos, no dia a dia, são inúmeras declarações de atletas que enfrentam dificuldades para conseguir se dedicar somente ao esporte. Sem apoio suficiente, grande parte dos atletas brasileiros enfrenta problemas financeiros, médicos e sofrem com a ausência de boas estruturas para treinamento. Infelizmente, a realidade do esporte brasileiro nos últimos anos tem sido ser uma eterna conta que não fecha.

Sem as leis de incentivo e o repasse das loterias, por exemplo, a situação estaria ainda pior, principalmente porque os investimentos em esporte ainda são encarados por muitos políticos como uma obrigação. Investir no esporte é investir em educação, saúde e sociabilização. É preciso sim reconhecer os esforços governamentais para ajudar os atletas, mas também é necessário lutar por melhorias, principalmente porque é possível fazer mais.

Aprender apostas esportivas gratuitamente

Gostou das dicas de hoje? Então, inscreva-se na minha lista VIP para receber conteúdos de apostas profissionais exclusivos. 

Sérgio Ricardo Jr.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!