Casa do Apostador Carregando...
Utilizando o tamanho do Octógono para traçar linhas justas em rounds
seg 07 mar/22

Utilizando o tamanho do Octógono para traçar linhas justas em rounds


Vamos supor que você que trabalha com futebol tenha que precificar uma linha de gols em um campo com metade do tamanho convencional. Provavelmente essa linha de gols estaria muito acima do comum, pois teremos um ritmo maior no jogo, em um campo muito menor.

O octógono mais comum do UFC tem um pouco mais de 9 metros de diâmetro. O octógono do UFC Apex, local onde as lutas sem público têm acontecido, possui apenas 7,5 metros de diâmetro.

Antes da pandemia, o UFC Apex sediava apenas o Contender Series, um reality show promovido pelo UFC para encontrar novos talentos. O octógono foi reduzido pensando em maior número de nocautes, aumentando assim a emoção das lutas. Com o avanço da COVID-19 e a proibição de público, o Apex se tornou a casa oficial do UFC (com exceção de alguns eventos na Ilha da Luta em Abu Dhabi e em Jacksonville). Em 2021, com a abertura de eventos ao público, os cards de pay per view passaram para as arenas comumente usadas, mas os eventos menores continuam acontecendo no Apex.

A taxa de finalizações na era moderna do UFC

Com a popularização do MMA, o número de lutadores talentosos e o nível de treinamento aumentou consideravelmente, levando a lutas mais competitivas e menos finalizações e nocautes, principalmente no UFC.

Em 2010, a taxa de finalização no UFC estabilizou para cerca de 49%, depois de variar de 65% a 85% entre os anos de 1995 a 2008.  As recentes flutuações ano a ano na taxa de finalização foram atribuídas a uma variedade de fatores além da variação, incluindo, por exemplo, o número de lutas que ocorrem em cada classe de peso, além do aumento exponencial de lutas em categorias femininas, que possuem menor taxa de finalização.

Se houver 60 lutas de pesos pesados ​​e 40 lutas de leves em um ano, e o número oposto em qualquer categoria de peso no ano seguinte, isso pode prejudicar as taxas anuais em um ponto ou dois em qualquer direção.

Mas não há como ignorar a queda atípica na taxa de finalizações em 2019, especialmente depois de considerar que os dados do APEX de 2020 podem ter disfarçado o ano inteiro como uma regressão à média na taxa de conclusão, ou seja, podemos ter números “mentirosos” no ano de 2020 por conta dos eventos em octógono menor.

Os resultados em 2020

Em 2020, 208 de 456 (45,6%) lutas do UFC aconteceram dentro de um octógono menor no APEX – e a taxa de finalização (56,3%) nesse octógono  foi maior do que nas 107 lutas (40,1% ) que ocorreram antes da pandemia – ou as 141 lutas que ocorreram em Jacksonville ou Abu Dhabi (47%) durante a pandemia – todas disputadas em octógonos maiores.

As taxas de finalização no APEX foram mais altas em quase todas as categorias, mas há mais algumas indicações de que os números de Las Vegas podem estar um pouco enviesados:

Vale a pena lembrar que os eventos no UFC APEX enfrentaram um número absurdo de cancelamentos de lutas e substituições de última hora, o que pode explicar parcialmente a taxa incrivelmente alta de lutas de peso-casado (19 de 27, 70%) que terminaram por nocaute ou finalização no octógono menor.

No ano passado, a taxa de finalização esperada para uma luta do UFC dentro de um octógono comum foi de 43,9% – mas esse número foi 12,4% maior (56,3%) no octógono menor.

Se restringirmos os dados de luta da era pós pandemia, que incluem apenas lutas em arenas vazias, onde os competidores podem ouvir todas as instruções de seus treinadores (uma grande vantagem com um bom treinamento), a taxa de finalização diminui para 9,3%. E se compararmos a taxa de finalização do APEX com a média de cinco anos do UFC de 49%, o diferencial é de apenas 7,3%.

No entanto, não tenho certeza de que essa taxa de conclusão “média” percebida na última década – 49%  seja mais a verdadeira média. Se combinarmos os dados de 2019 e 2020 dos octógonos maiores, a nova taxa média de finalização pode estar mais próxima de 46-47% para o UFC.

Como mencionei anteriormente, o número de lutas em cada categoria de peso de ano para ano influencia a amostra geral de dados de final de ano, e mais lutas combinadas estão ocorrendo no peso mosca masculino e em todas as divisões femininas do UFC do que nunca. Como essas lutas levam a uma porcentagem menor de finalizações esperadas do que classes de peso maiores, uma diminuição na taxa geral de finalizações para a promoção não deve ser uma surpresa completa.

Mas ao apostar, devemos nos atentar ao local do evento. Vejo cerca de 10% de maior chance de finalização em média, no octógono menor. Ainda falando de apostas, a cada evento vejo maior valor em over rounds do que em under rounds. Em 2021 ainda não vi valor em nenhuma linha de under, para se ter uma ideia. No over rounds em janeiro, terminei com um lucro de 3,08% na banca.

UFC e Bellator: Disputa de cinturão peso pesado em 2021

O ano mal começou e já tivemos disputa de cinturão da categoria com maior taxa de finalizações do MMA: o peso pesado. Em ambos os eventos fiz apostas em over rounds (over 2.5 rounds no UFC e over 3.5 rounds no Bellator) e as duas lutas foram para a decisão dos juízes após 5 rounds. Então esqueçam a máxima que alguns apostadores têm de não apostar em lutas de pesos pesados, ou sempre ir no under rounds. O MMA mudou, precisamos também mudar nossa mentalidade!

Dados retirados do Fight Matrix

 

QUAIS MÉTODOS UM APOSTADOR PRECISA ESTUDAR? 

Esse é um assunto que eu falo muito com meus seguidores, afinal é a base para o investimento esportivo. Por isso, eu separei aqui abaixo alguns conteúdos para você começar a estudar sobre métodos para as apostas esportivas. 

Faça como os 3% dos apostadores lucrativos e comece a se especializar agora mesmo. Por isso, faça parte do meu grupo exclusivo para receber conteúdos de apostas esportivas profissionais. 

 

Escrito por Raphael Brettas

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!