Casa do Apostador Carregando...
Como o Corinthians está na busca por um treinador
ter 22 fev/22

Como o Corinthians está na busca por um treinador


Não é novidade que o clube paulista está na busca por um novo treinador desde a demissão do, até então técnico do time, que ocorreu no vestiário do estádio Neo Química Arena, depois da derrota, de virada, no jogo contra o Santos, na terceira rodada do Campeonato Estadual.  

A demora pelo anúncio de um novo técnico mostra que não houve planejamento na demissão e que a ação foi impulsiva, resultado da pressão da torcida que já se mostrava insatisfeita com o técnico e que durante o jogo do dia 02 de fevereiro vaiou e xingou Sylvinho, além de pedirem a chegada de um substituto.  

Logo após divulgar a saída do técnico Sylvinho, o Corinthians já anunciava a substituição provisória no cargo e Fernando Lázaro assumia a equipe como treinador interino. Desde então, ele tem feito um ótimo trabalho conseguindo 3 vitórias seguidas e um empate, em 4 jogos. No total foram 9 gols marcados e 4 sofridos, ou seja, um aproveitamento de 88,9%.  

Impacto da Demora da Escolha 

Porém, a demora para a divulgação do novo técnico poderá causar grande impacto na trajetória do Timão este ano, pois uma boa equipe é formada através de testes e o Campeonato Estadual, é uma ótima oportunidade para testar e organizar o time, já que essa será a competição menos importante do Corinthians neste ano de 2022. Em breve o Timão jogará na Libertadores e é importante que as preparações para estes jogos comecem o quanto antes. 

Estando no comando técnico do Corinthians desde maio de 2021, Sylvinho saiu com um aproveitamento de 48%, e deixou o Corinthians após 43 jogos, sendo que neste período o Timão teve 13 derrotas, 14 empates e 16 vitórias, totalizando 42 gols marcados e 40 sofridos. O treinador que, foi jogador revelado pelo Corinthians em 1994 e ficou no clube até 1999, teria contrato assinado como técnico até o final deste ano de 2022, porém após oito meses no clube podemos dizer que ele mão conseguiu fazer um time competitivo mesmo tendo como jogadores Renato Augusto, Willian, Giuliano, Róger Guedes e Paulinho.  

Mas além das falhas dentro de campo, Sylvinho não conseguiu se conectar com a torcida e todos nós sabemos o quanto ela é importante para o clube. Ele tinha tudo para fazer história dentro do clube, já que foi criado nas categorias de base, honrou a camisa como jogador e ainda tem uma experiência ao lado de Tite, mas diferente disso ele preferiu se mostrar indiferente ao torcedor e durante as coletivas isso ficava claro, pois suas respostas eram contraditórias quando o assunto era sobre os diferentes momentos que o time estava passando e isso acabava sendo até um desrespeito com o torcedor que torce, acompanha e sofre.  

Diante de todo o trabalho que o ex-técnico fez no Corinthians, a busca por um novo treinador ainda continua, apesar da demora para a divulgação do novo técnico ser apavorante para os torcedores, alguns nomes já foram divulgados na mídia, mas o que esses possíveis treinadores têm em comum? 

Favoritos para o Cargo 

Um dos nomes mais comentados tem sido o do português Jorge Jesus, que por exigência viria com a sua comissão, porém um dos motivos para sua recusa seria o contrato com o Benfica, que apesar de não estar mais como técnico do clube e ter sido desligado de forma antecipada, ele continuará recebendo o seu salário integral até maio, e então estará disponível. Também devemos ressaltar que ele é visto incongruente com os padrões financeiros do Corinthians no momento, que teve acesso aos valores do técnico e se assustou com as informações. O que poderia ocasionar uma possível contratação seria uma delimitação nos custos e a participação de um investidor.  

Já outro possível treinador seria o Renato Gaúcho, mas o que tudo indica, o motivo da sua não contratação é por questões políticas, já que ele é apoiador do atual presidente e o Timão resolveu se posicionar nas eleições deste ano contra Jair Bolsonaro. 

Outro técnico muito cogitado pelo Corinthians foi o português, Luís Castro, que por coincidência deve mesmo treinar no futebol brasileiro, mas não será no Timão. O que tudo indica é que ele praticamente fechou seu contrato e deve assinar com o Botafogo. Teoricamente, um dos principais motivos que levou o treinador a dizer “sim” a Estrela Solitária e, levar vantagem em relação ao Corinthians, foi o contrato que deve ser de 18 meses. Até então ele era o mais provável técnico do Corinthians, que agora volta novamente à estaca zero na busca por um treinador.  

Leonardo Jardim, é outro treinador que o Timão também está de olho, que recentemente foi demitido do Al-Hilal, porém ele já deixou claro que tem interesse em trabalhar na Europa ou no mundo árabe.  

Técnicos Estrangeiros para o Timão? 

Considerando as opções do Timão é perceptível o seu foco em técnicos estrangeiros não apenas como uma possibilidade, e sim como uma prioridade. Entretanto sabemos da carência de bons técnicos no mercado nacional e como a atenção está voltada para treinadores portugueses, devido a vasta escola de técnicos e ao bom trabalho que estão fazendo, levando em consideração as últimas três Copas Libertadores, fazendo com que a diretoria volte o seu olhar para o mercado internacional. 

Enquanto o novo técnico não é divulgado, a nação alvinegra anseia que a diretoria faça valer a pena toda essa espera e que o Corinthians seja liderado por bom técnico, independente de quem seja, e consiga grandes vitórias e prestígio durante este ano. 

 

Faça como os 3% dos apostadores lucrativos e comece a se especializar agora mesmo. Por isso, faça parte do meu grupo exclusivo para receber conteúdos de apostas esportivas profissionais.

Escrito por Paulina Costa

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!