Casa do Apostador Carregando...
Clarion Gaming suspende participação de empresas russas na ICE London
ter 08 mar/22

Clarion Gaming suspende participação de empresas russas na ICE London


Na última semana, a Clarion Gaming anunciou a suspensão da participação de empresas russas e bielorrussas na ICE London, que acontece no próximo mês de abril. Responsável pela organização da ICE London, considerada a maior feira de jogos e apostas do mundo, a Clarion se posicionou de forma firme e aderiu a onda de sanções punitivas aos russos que acontecem mundo afora devido ao ataque direto do país à Ucrânia.

Em seu anúncio, a Clarion Gaming afirma que irá proibir a participação de entidades estatais russas e bielorrussas em qualquer uma das suas próximas conferências de jogos, incluindo a edição da ICE London que está prestes a acontecer (entre 12 a 14 de abril). Diretor da Clarion Gaming, Alex Pratt falou sobre a decisão:

“Dada a situação atual na Ucrânia, tomamos a decisão de suspender entidades estatais russas e bielorrussas, empresas e seus representantes, de participar dos eventos e produtos digitais da Clarion Gaming, incluindo a próxima edição (2022) da ICE London e da iGB Affiliate. Nossos pensamentos estão com todos aqueles que estão sendo afetados pelo conflito em curso na Ucrânia.”, declarou Alex.

Conflito entre Rússia e Ucrânia

De acordo com informações do portal G1, a escalada de tensão entre Rússia e Ucrânia culminou no início de uma guerra por meio de ataques por terra, ar e mar, que começaram na madrugada do dia 24 de fevereiro. Os ataques começaram alguns dias após uma série de ameaças do presidente russo, Vladimir Putin, que já havia reconhecido a independência de duas províncias separatistas do leste ucraniano.

Entre os principais motivos para a invasão da Ucrânia pela Rússia, segundo o portal G1, do Grupo Globo, estão:

Conflitos separatistas no leste da Ucrânia — nas províncias de Donetsk e Luhansk, reconhecidas como independentes por Putin;

Aproximação da Ucrânia com o Ocidente — a possibilidade do país fazer parte da Otan e da União Europeia;

Expansão da Otan no Leste Europeu — menção da organização em adicionar a Ucrânia e a Geórgia como países membros;

Ambição expansionista e revisionista de Putin — o presidente russo quer aumentar o seu poder de influência na região.

Ainda de acordo com o portal, Rússia e Ucrânia vivem uma antiga história de conflitos. Ao longo dos séculos, a Ucrânia fez parte de impérios, sofreu inúmeras invasões, foi incorporada pelos russos e pelos soviéticos, se tornou independente, mas nunca resolveu por completo sua relação com a Rússia.

Sanções punitivas a Rússia

A iniciativa da Clarion Gaming de retirar as empresas e os empresários russos dos seus eventos não é isolada. O movimento acompanha uma onda mundial de sanções punitivas aos russos pela ação de guerra contra a Ucrânia. Além de proibições financeiras e comerciais, aplicadas pelos principais países do mundo contra a Rússia, no esporte esses movimentos também estão sendo severos.

A National Hockey League (NHL), organização profissional esportiva composta por times de hóquei no gelo dos Estados Unidos e do Canadá, suspendeu os negócios com a empresa de jogos e apostas Liga Stavok, com sede em Moscou, na Rússia. A empresa havia fechado um acordo de três anos com a liga para explorar o mercado de apostas esportivas sobre a liga na Rússia. Além desse rompimento, os jogos da NHL também deixarão de ser transmitidos no Yandex, considerado um gigante russo da internet e que fazia a transmissão das partidas da liga desde 2019.

No futebol, o impacto dos ataques russos à Ucrânia causaram sanções da FIFA e da UEFA ao país e aos clubes russos, que foram excluídos das competições internacionais, entre elas a Copa do Mundo, a Liga dos Campeões e a Liga Europa. Porém, de acordo com informações do GE, a Federação Russa de Futebol comunicou que vai recorrer à Corte Arbitral do Esporte (CAS) contra as sanções, alegando que não teve direito a defesa e reiterou que FIFA e UEFA sequer cogitaram outras alternativas para lidar com as equipes do país.

Decisão inevitável

O movimento mundial de reação em relação ao grave conflito entre Rússia e Ucrânia tem sido bastante semelhante. As decisões sobre quais movimentos tomar a partir do posicionamento russo estão alinhadas e, por isso, as sanções são tão parecidas. Essa convergência acaba por tornar inevitável para qualquer empresa que esteja realizando eventos de ordem global, como é o caso da Clarion, não se posicionar ou tomar uma decisão de forma alinhada com o posicionamento mundial.

Confesso que eu, particularmente, não me sinto preparado para opinar a respeito de uma guerra e acredito que poucas pessoas no Brasil estejam capacitadas para isso. Contudo, o meu papel aqui é noticiar os movimentos que estão sendo feitos dentro da indústria das apostas em relação ao que vem acontecendo e analisá-los de alguma maneira. Como alertei, a decisão da Clarion Gaming era inevitável, pois não se posicionar nesse momento poderia ser algo visto com maus olhos por parte das outras empresas e empresários envolvidos nos eventos que estão sendo organizados.

Escrito por Sérgio Ricardo Jr.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

News.
vip

Inscreva-se gratuitamente e receba conteúdo profissional e esclusivo por e-mail!